Instituto de Ciência Política - IPOL

Programas/Ementas de Disciplinas - Pós-Graduação

 

2014/1

 

Sistema Partidário Brasileiro - Download

Metodologia em Ciência Política - Download

Filosofia Política - Download

TAP: Democracia e Sociedade - Download

Tópicos Especiais 1 - O lulismo e a política no Brasil atual Download

 Tópicos Especiais 2 - Internet e Política Download

Tópicos Especiais 3 - Inatituições Políticas Comparadas Download

 

2013/2

Métodos Quantitativos em Ciência Política - Download

Políticas Públicas em Perspectiva Comparada - Download

TAP: Política e Instituições - Download

Teorias do Nacionalismo e Identidade Nacional - Download

Tópicos Especiais 1 - Instituições Políticas Comparadas Download

Tópicos Especiais 2 - Sociologia Política da Globalização Download

 

 

2013/1

Análise de Políticas Públicas e Processos Decisórios - Download

Sistemas Eleitorais e Partidos Políticos - Download

TAP: Democracia e Sociedade - Download

Tópicos Especiais 2 - Os Emergentes e a política no Brasil - Download

Monografia em Ciência Política

Monografia em Ciência Política

A apresentação de uma Monografia em Ciência Política é obrigatória para a conclusão do Curso de Ciência Política. Com o intuito de proporcionar uma melhor qualidade aos trabalhos de final de curso, a confecção da monografia ocorre em dois semestres. No primeiro, o/a aluno/a cursa a disciplina Monografia 1, que se refere à elaboração do projeto de pesquisa, desenvolvendo mais profundamente o problema de pesquisa já apontado em uma disciplina obrigatória anterior, Técnicas de Pesquisa em Ciência Política. No semestre seguinte, realiza a disciplina Monografia 2, voltada para a execução da pesquisa e redação final. A orientação individual, presencial e constante das monografias ocorre durante um ano, diretamente com a/o professor/a designado/a como orientador/a.

A Monografia em Ciência Política faz parte de uma cadeia de três disciplinas que devem ser cursadas de forma sequencial e obrigatória, a partir do 6º semestre, de acordo com o fluxo do curso:

  1. 1.Técnicas de Pesquisa em Ciência Política,6º semestre, 4 créditos ou 60h: essa disciplina tem como objetivo a apresentação de instrumentos variados de pesquisa – quantitativos e qualitativos –, tendo em vista capacitar o aluno na formulação de um projeto científico.
  2. 2.Monografia em Ciência Política 1,7º semestre, 2 créditos ou 30h, tendo como pré-requisito a disciplinaTécnica de Pesquisa em Ciência Politica: essa disciplina tem como objetivo a formulação de um projeto original de pesquisa – problema de pesquisa, objetivo, hipóteses, referencial teórico, metodologia, desenvolvimento da pesquisa e bibliografia – sob a orientação individualizada de um professor do quadro permanente do IPol.
  3. 3.Monografia em Ciência Política 2,8º semestre, 4 créditos ou 60h, tendo como pré-requisito a disciplinaMonografia em Ciência Política 1:essa disciplina tem como objetivo a confecção da monografia através do desenvolvimento do projeto de pesquisa formulado pela disciplina anterior,Monografia em Ciência Política 1. A disciplina se desenvolve sob orientação individualizada de um/a professor/a do quadro permanente do IPol.

 Todas as monografias desenvolvidas são avaliadas por uma banca examinadora composta por dois/duas professores/as, com titulação mínima de mestres/as. À monografia é atribuída uma menção, que acompanha a avaliação geral da UnB: para aprovação, SS (9,0 a 10,0), MS (7,0 a 8,9) ou MM (5,0 a 6,9); nos casos de reprovação, MI (3,0 a 4,9) e II (1,0 a 2,9). Estudantes que não concluírem o trabalho monográfico recebem a menção SR (sem rendimento) e, assim como as/os estudantes reprovadas/os, devem refazer a monografia e não têm aprovação na disciplina Monografia em Ciência Política 2.

Há duas formas de defesa da Monografia Final de Curso: presencial e não presencial. No primeiro caso, a/o aluno/a realiza uma apresentação formal dos resultados da pesquisa sendo, em seguida, sabatinado/a pelos/as professores/as que compõem a Banca Examinadora. No segundo caso, não presencial, os/as professores/as componentes da Banca Examinadora realizam uma avaliação circunstanciada da Monografia Final de Curso apresentada.

 

CALENDÁRIO DE MONOGRAFIAS IPOL - 2016/2

Clique aqui

 

Destaca-se que foi decidido que as solicitações de revisão de menção SERÃO INDEFERIDAS NO CASO DE PERDA DE PRAZO, que será unificado para todas/os as/os estudantes.

 

Normas da Biblioteca Digital de Monografias - Clique Aqui

Termo de Autorização para publicação da Monografia na Biblioteca Digital - Clique Aqui

Formulário Nada Consta - Clique Aqui

 

 

Informações sobre a matrícula (2º/2013)

 Período de matrícula (8 a 11/8):

- Via internet, pelo matriculaweb, o/a estudante confirmará as disciplinas que oferecidas em sua proposta de matrícula e fará o pedido de matrícula em novas disciplinas, constituindo sua proposta de estudos para o período letivo;

- O resultado da matrícula será disponibilizado pelo sistema no dia 13/8.

 

Período de ajuste de matrícula (14/8 a 23/8):

- Estudantes não matriculadas/os por falta de vagas comporão uma lista de espera, ordenada pelo sistema. A Coordenação poderá realizar matrículas vinculadas (quando não há vagas disponíveis), sempre seguindo a lista de espera, publicamente acessível no matriculaweb. As exceções se referem apenas a casos de estudante em condição ou em risco de desligamento.

- A secretaria do IPOL não fará retirada ou matrícula em turmas com vagas. Se há vagas e não há lista de espera, o/a aluno/a deve fazer a matrícula pelo matriculaweb, ou seja, pela internet.

- A matrícula em disciplinas tutoriais (disciplinas de vaga 0, especialmente Pesquisa em Ciência Política, Monografia em Ciência Política 1 e Monografia em Ciência Política 2) serão realizadas durante o período de ajuste, na secretaria do IPOL, apenas com a aceitação do/a professor/a da turma. Para a matrícula é fundamental apresentar o aceite da orientação do/a professor/a.

  • ATENÇÃO! Apenas professores/as do IPOL são orientadores/as de Monografia em Ciência Política.

- Outras informações importantes sobre o processo de matrícula:

  • A Coordenação de Graduação não faz matrícula em disciplinas a não ser em excepcionalidades, como alunos/as transferidos/as e em mobilidade. Uma vez solicitada a matrícula em disciplina, o/a aluno/a só pede mudá-la via internet, sendo responsável por suas escolhas.
  • . Durante o período de ajuste, feito pelo/a estudante viainternet, o sistema não permite que a retirada de uma disciplina disponibilize vaga para colegas. Ao retirar uma disciplina, o/a estudante rejeita aquela vaga. O pedido de matrícula em outra disciplina/turma será processado obedecendo aos critérios de obtenção de vaga do processamento coletivo de matrícula.
  • O sistema não permite que se confirme a matrícula em disciplina/turma diferente daquela da pré-matrícula. Caso o/a aluna/o não queira a disciplina/turma em que foi pré-matriculado/a, deverá ser feita a retirada no momento da matrícula e a solicitação de inclusão na outra turma.A retirada de disciplina da proposta dificultará a obtenção de nova vaga.

 

Retirada de matrícula em disciplinas:

- A retirada de disciplinas poderá ser realizada apenas durante o período do ajuste de matrícula, entre 27/3 a 3/4.

 

 

Estudantes transferidas/os, em mobilidade e ingressos/as portadores de diploma superior:

- A matrícula de estudantes transferidas/os, em mobilidade e ingressos/as portadores de diploma superior será realizada com a coordenadora no dia 22/3, entre as 14h30 e as 17h30, na secretaria do IPOL. Durante o período de ajuste, haverá atendimento na tarde do dia 27/3. A secretaria do IPOL estará disponível para atendimentos em todos os dias do ajuste.

- A matrícula de estudantes em mobilidade internacional será realizada com a coordenadora no dia 27/3, entre 14h30 e 17h30.

 

Calouras/os:

- Alunas/os calouras/os, ingressas/os no 2º/2013, somente poderão confirmar as disciplinas oferecidas e não será permitida a inclusão e retirada de outras disciplinas via internet.

 

Alunos/as em condição e em risco de desligamento:

- Todas/os, em especial calouros/as, devem estar atentas/os às exigências de aprovação, para evitar seu desligamento: é preciso cumprir, com aprovação, o mínimo 4 (quatro) disciplinas quaisquer ao final de 2 (dois) semestres consecutivos. De acordo com o inciso II do artigo 125 do Regimento Geral da UnB, estudantes que forem reprovados/as 3 (três) vezes em uma mesma disciplina obrigatória de seu curso serão desligadas/os.

- Quem foi desligado/a da UnB no 1º/2013?

  • Quem abandonou o curso, deixando de registrar-se por 2 (dois) períodos ou tendo reprovação por SR em todas as disciplinas;
  • Quem não cumpriu condição ou plano de estudos;
  • Quem foi jubilado/a por atingir o tempo máximo de permanência (de 12 semestres, no caso do curso de Ciência Política);
  • Quem reprovou 3 (três) vezes na mesma disciplina obrigatória;

- Quem é provável desligado/a por desempenho acadêmico?

  • Quem não foi aprovada/o em pelo menos 4 (quatro) disciplinas quaisquer em 2 (dois) semestres consecutivos. Essas pessoas entrarão em condição, ou seja, deverão cursar com aprovação o mínimo de créditos de seu curso em dois períodos (1/2013 e 2/2013).
  • Estudantes em condição devem fazer sua matrícula em disciplinas viainternet.
  • A informação de condição a ser cumprida no período letivo 1º/2013 está registrada na proposta de pré-matrícula do aluno, da seguinte forma:

 

***** OBSERVAÇÃO *****

ALUNO SOB CONDIÇÃO DE DESLIGAMENTO NESTE PERÍODO. CURSAR COM APROVAÇÃO, PELO MENOS, O MÍNIMO DE CRÉDITOS DO CURSO

 

Trancamento simples de disciplinas (TR):

- É permitido o trancamento simples em disciplinas (TR) via internet, entre os dias 1/4 e 27/5/2013. O sistema não permite mais de um trancamento na mesma disciplina. Os trancamentos influenciam negativamente no Índice de Rendimento Acadêmico (IRA), utilizado como critério de ordenamento na matrícula.

 

Trancamento Geral de Matrícula (TGM):

- O Trancamento Geral de Matrícula (TGM) consiste na suspensão, requerida pelo/a aluno/a, de todas as suas atividades acadêmicas por período determinado. No entanto, o/a estudante que estiver cursando seu primeiro período na Universidade ou esteja em risco de desligamento/sob condição não poderá solicitar o Trancamento Geral de Matrícula (TGM), a não ser em caso de extrema excepcionalidade.

- O Trancamento Geral de Matrícula (TGM) automático (via internet) poderá ser realizado no período de 1/4 a 27/7/2013. O TGM suspende todas as atividades acadêmicas, inclusive bolsa e estágio no respectivo período letivo.

Apresentação do Curso de Graduação

O curso de graduação em Ciência Política

A graduação em Ciência Política, como um curso separado do Bacharelado das Ciências Sociais, foi criada na Universidade de Brasília (UnB) em 1989.

O ingresso no curso de Ciência Política ocorre principalmente por meio da admissão por concurso vestibular e pelo Programa de Avaliação Seriada (PAS), provas aplicadas a cada ano para estudantes matriculados/as no Ensino Médio. A cada semestre são oferecidas 50 vagas para o período diurno.

A importância de um curso de Ciência Política na Universidade de Brasília parece inquestionável: grande parte do acervo de dados políticos encontra-se em Brasília, facilitando o trabalho de investigação empírica. A/o estudante de Ciência Política é estimulado/a a cursar disciplinas em outros departamentos da Universidade de Brasília, principalmente nas áreas da Sociologia, Antropologia, História, Relações Internacionais, Estatística e Economia. A formação interdisciplinar preconizada pelos fundadores da UnB é base importante, evitando que as/os diplomados/as da área restrinjam sua formação apenas na fronteira de um único curso. Deste ponto de vista, há constantes estímulos para que as/os estudantes realizem cursos em outros departamentos e participem de seminários interdisciplinares, porque qualquer formação profissional no campo das Ciências Humanas não pode carecer de uma visão de mundo ampliada. Cada curso realizado em departamentos de áreas fronteiriças do conhecimento é visto como indicador da construção de uma sólida carreira profissional e intelectual.


Carga horária e integralização do curso

No Bacharelado em Ciência Política da Universidade de Brasília é exigido que as/os estudantes cumpram um número de 178 créditos (cada 1 crédito corresponde a 15h), divididos entre disciplinas obrigatórias, optativas, de cadeia de seletividade e de módulo livre. Visto que as aulas do período diurno da UnB são de 1h50min, e as do período noturno são de 1h40 minutos, a Universidade de Brasília definiu que seus semestres letivos correspondem a 17 semanas, buscando compatibilizar a carga horária necessária para os créditos das disciplinas oferecidas.

As disciplinas obrigatórias (88 créditos) do curso correspondem às disciplinas básicas na formação teórica e prática da/o profissional em Ciência Política. Exige-se aqui, além do saber típico da Ciência Política, o conhecimento interdisciplinar nas seguintes áreas: Sociologia, Antropologia, Economia, História, Relações Internacionais, Estatística e Direito.

As disciplinas de cadeia de seletividade, vulgarmente chamadas de “optatórias”, correspondem a um conjunto fechado de conteúdos cujas disciplinas devem ser escolhidas pelos/as estudantes, que obrigatoriamente devem cursar pelo menos 32 créditos (8 disciplinas) deste conjunto. A “cadeia seletiva” do curso de graduação em Ciência Política é voltada ao conhecimento mais especializado da área. Seu objetivo é o aprofundamento do conteúdo trabalhado nas disciplinas obrigatórias do IPOL.

As disciplinas optativas (entre 34 e 58 créditos) referem-se ao conhecimento de outras áreas do conhecimento, tais como: Sociologia, Antropologia, História, Relações Internacionais, Estatística, Psicologia, Serviço Social, Filosofia, Direito, Geografia, Letras, Administração etc. O objetivo desse conjunto de disciplinas é que o/a aluno/a possa escolher o que define como fundamental para a sua formação, de acordo com seu interesse e vocação.

As disciplinas de módulo livre (até 24 créditos) podem ser escolhidas livremente pelo/a discente, sem indicação específica do Curso de Ciência Política. Essas disciplinas oferecem uma formação mais rica e ampliada em relação ao campo de especialização do curso, caracterizando a proposta de um acesso ampliado às diferentes áreas da Universidade, de acordo com a proposta fundadora da UnB.


Estágio Supervisionado

Dentre as modalidades do Estágio Supervisionado, no caso do curso de Ciência Política esta atividade caracteriza-se como Estágio não-obrigatório. Todos os semestres é oferecida a disciplina optativa “Estágio em Ciência Política”, cujo conteúdo corresponde ao acompanhamento das atividades realizadas pelos/as estudantes que realizam estágio supervisionado não-obrigatório.


Atividades complementares

O curso de Ciência Política da UnB não determina o cumprimento compulsório de atividades complementares de carga horária definida em sua estrutura básica.

Consideram-se atividades complementares optativas ao curso de Ciência Política:

- a participação como bolsista ou voluntário/a no Programa de Educação Tutorial em Ciência Política (PET/POL);

- o engajamento nos programas de Iniciação Científica da UnB (ProIC), com bolsas de pesquisa vinculadas a projetos de docentes do IPOL e de outros departamentos e institutos;

- a participação, como bolsista ou voluntariamente, dos grupos de pesquisa do IPOL (CIVES, Demodê, LAPCIPP e RESOCIE).

- a participação nos programas de extensão do IPOL, tais como: o “Política na Escola”; o “Projeto POLITEIA”; e o projeto “E eu com isso?”;

- a participação na Strategos, empresa júnior de consultoria política do curso de Ciência Política, que busca formar de profissionais qualificados para o mercado de trabalho.

Estudante de Graduação


Apresentação do Curso de Graduação (Acesse já)

Currículo PDF (Download)

Fluxo PDF (Download)

Matrícula (Acesse já)

Calendário de Matrícula (Clique aqui)

Monografia (Instruções)

Lista de Oferta 2016/1 (Download)

Formulário de Revisão de Menção (Download)

Programas/Ementas de Disciplinas (Acesse já)

Critérios para Estágio (Acesse já)

Você está aqui: