Em matéria veiculada em 31/10, a BBC News Brasil entrevistou pesquisadores/as do campo da ciência política sobre o resultado das eleições presidenciais. Em diversos momentos do texto, assinado por Thais Carrança, há a indicação que o cientista político Sr. Antônio Flávio Testa seria professor da UnB. É um texto ambíguo, que leva o/a leitor/a a entender que O Sr. Testa seria professor do Instituto de Ciência Política da Universidade de Brasília. Notamos que em seu currículo lattes ele menciona ter sido colaborador, e não professor, em algum momento no passado em nossa universidade, provavelmente no campo da Administração, dadas as atividades ali registradas.

O Instituto de Ciência Política da Universidade de Brasília (IPOL/UnB) reforça que Antônio Flávio Testa nunca foi professor de nosso quadro, nunca esteve vinculado ao IPOL e não tem nenhuma passagem por nosso instituto. Em sua minibio do Lattes, ele mesmo afirma que é “servidor aposentado do Senado Federal, professor do Instituto Legislativo Brasileiro, professor de MBA da Escola Superior de Administração”.

 

Prof.a. Danusa Marques

Diretora

Instituto de Ciência Política - IPOL

Universidade de Brasília – UnB – Brasil