Instituto de Ciência Política - IPOL

Apresentação do Curso de Graduação

O curso de graduação em Ciência Política

A graduação em Ciência Política, como um curso separado do Bacharelado das Ciências Sociais, foi criada na Universidade de Brasília (UnB) em 1989.

O ingresso no curso de Ciência Política ocorre principalmente por meio da admissão por concurso vestibular e pelo Programa de Avaliação Seriada (PAS), provas aplicadas a cada ano para estudantes matriculados/as no Ensino Médio. A cada semestre são oferecidas 50 vagas para o período diurno.

A importância de um curso de Ciência Política na Universidade de Brasília parece inquestionável: grande parte do acervo de dados políticos encontra-se em Brasília, facilitando o trabalho de investigação empírica. A/o estudante de Ciência Política é estimulado/a a cursar disciplinas em outros departamentos da Universidade de Brasília, principalmente nas áreas da Sociologia, Antropologia, História, Relações Internacionais, Estatística e Economia. A formação interdisciplinar preconizada pelos fundadores da UnB é base importante, evitando que as/os diplomados/as da área restrinjam sua formação apenas na fronteira de um único curso. Deste ponto de vista, há constantes estímulos para que as/os estudantes realizem cursos em outros departamentos e participem de seminários interdisciplinares, porque qualquer formação profissional no campo das Ciências Humanas não pode carecer de uma visão de mundo ampliada. Cada curso realizado em departamentos de áreas fronteiriças do conhecimento é visto como indicador da construção de uma sólida carreira profissional e intelectual.


Carga horária e integralização do curso

No Bacharelado em Ciência Política da Universidade de Brasília é exigido que as/os estudantes cumpram um número de 178 créditos (cada 1 crédito corresponde a 15h), divididos entre disciplinas obrigatórias, optativas, de cadeia de seletividade e de módulo livre. Visto que as aulas do período diurno da UnB são de 1h50min, e as do período noturno são de 1h40 minutos, a Universidade de Brasília definiu que seus semestres letivos correspondem a 17 semanas, buscando compatibilizar a carga horária necessária para os créditos das disciplinas oferecidas.

As disciplinas obrigatórias (88 créditos) do curso correspondem às disciplinas básicas na formação teórica e prática da/o profissional em Ciência Política. Exige-se aqui, além do saber típico da Ciência Política, o conhecimento interdisciplinar nas seguintes áreas: Sociologia, Antropologia, Economia, História, Relações Internacionais, Estatística e Direito.

As disciplinas de cadeia de seletividade, vulgarmente chamadas de “optatórias”, correspondem a um conjunto fechado de conteúdos cujas disciplinas devem ser escolhidas pelos/as estudantes, que obrigatoriamente devem cursar pelo menos 32 créditos (8 disciplinas) deste conjunto. A “cadeia seletiva” do curso de graduação em Ciência Política é voltada ao conhecimento mais especializado da área. Seu objetivo é o aprofundamento do conteúdo trabalhado nas disciplinas obrigatórias do IPOL.

As disciplinas optativas (entre 34 e 58 créditos) referem-se ao conhecimento de outras áreas do conhecimento, tais como: Sociologia, Antropologia, História, Relações Internacionais, Estatística, Psicologia, Serviço Social, Filosofia, Direito, Geografia, Letras, Administração etc. O objetivo desse conjunto de disciplinas é que o/a aluno/a possa escolher o que define como fundamental para a sua formação, de acordo com seu interesse e vocação.

As disciplinas de módulo livre (até 24 créditos) podem ser escolhidas livremente pelo/a discente, sem indicação específica do Curso de Ciência Política. Essas disciplinas oferecem uma formação mais rica e ampliada em relação ao campo de especialização do curso, caracterizando a proposta de um acesso ampliado às diferentes áreas da Universidade, de acordo com a proposta fundadora da UnB.


Estágio Supervisionado

Dentre as modalidades do Estágio Supervisionado, no caso do curso de Ciência Política esta atividade caracteriza-se como Estágio não-obrigatório. Todos os semestres é oferecida a disciplina optativa “Estágio em Ciência Política”, cujo conteúdo corresponde ao acompanhamento das atividades realizadas pelos/as estudantes que realizam estágio supervisionado não-obrigatório.


Atividades complementares

O curso de Ciência Política da UnB não determina o cumprimento compulsório de atividades complementares de carga horária definida em sua estrutura básica.

Consideram-se atividades complementares optativas ao curso de Ciência Política:

- a participação como bolsista ou voluntário/a no Programa de Educação Tutorial em Ciência Política (PET/POL);

- o engajamento nos programas de Iniciação Científica da UnB (ProIC), com bolsas de pesquisa vinculadas a projetos de docentes do IPOL e de outros departamentos e institutos;

- a participação, como bolsista ou voluntariamente, dos grupos de pesquisa do IPOL (CIVES, Demodê, LAPCIPP e RESOCIE).

- a participação nos programas de extensão do IPOL, tais como: o “Política na Escola”; o “Projeto POLITEIA”; e o projeto “E eu com isso?”;

- a participação na Strategos, empresa júnior de consultoria política do curso de Ciência Política, que busca formar de profissionais qualificados para o mercado de trabalho.

Você está aqui: Graduação Informações sobre o Curso Estude no IPOL Apresentação do Curso de Graduação